.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Filme "Obrigado por Fumar" e a importância da argumentação

Obrigado por Fumar é um filme que aborda o universo dos lobistas, no caso, do lobista Nick Naylor e seu poder de argumentação. Como porta-voz de uma empresa de tabaco, defende de forma persuasiva os interesses para quem trabalha e influencia outras instituições. Ao mesmo tempo em que passa uma imagem benéfica em relação ao cigarro para a sociedade, tenta ser um modelo de pai para seu filho.

O lobista parte do princípio que se alguém discute bem nunca estará errado. Em uma cena com seu filho, o ensina sobre a importância de argumentar, pois argumentar é debater, diferente de negociar. Em uma sequência do filme, seu filho está tomando sorvete de chocolate e ele de baunilha, o filho defende o sabor chocolate e o lobista, o de baunilha. O filho, na defesa do chocolate irá dizer que é o melhor sabor do mundo e o lobista diz que a melhor coisa do mundo é poder escolher entre o chocolate e a baunilha. O filho retruca que, com essa afirmação, o pai não o convence de que o sabor baunilha é o melhor, mas o lobista diz que não queria convencer o filho, mas sim provar que ele estava certo com sua afirmação e seu filho errado.

           Essas atitudes retratam a arte de manipular as palavras, de saber discutir e de questionar tudo o que é transmitido. Nick Naylor, em suas discussões sobre o cigarro, fala de maneira convincente aos espectadores sobre a liberdade de escolha que cada um tem, pois de acordo com o lobista, ninguém é obrigado a fumar, as pessoas optam por fumar ou não, mesmo sabendo dos malefícios do cigarro, aliás, os próprios fumantes sabem os perigos do vício. Mas, diante de um mundo em que a imagem e a propaganda sofrem manipulações da mídia até chegar ao consumidor final, essa “liberdade” pode ser considerada verdadeira?

            O filme retrata as “jogadas de mestre” que a indústria de tabaco pratica para que o cigarro esteja sempre em alta, ou seja, as mensagens subliminares em filmes, propagandas não tão persuasivas de proibição de venda de cigarros para menores de idade, suborno oferecido como presente e o articulador lobista Nick Naylor, que constrói um discurso convincente para defender o ponto de vista que lhe interessa na defesa da indústria em que trabalha.

            No discurso do lobista, a arte de argumentar é evidente, pois ele tem a capacidade de convencer, falando à razão do outro, e persuadir,  motivando o outro a fazer o que ele deseja, afinal, as pessoas são seres emocionais e 30% é convencimento e 70% persuasão. Assim, utiliza com maestria as técnicas argumentativas para eliminar os obstáculos que impedem o consenso e realiza o gerenciamento de relações de forma positiva.

            Enfim, com muita ironia e humor, Obrigado por Fumar não gira em torno do cigarro em si, mas sim dos milhões de dólares que são investidos para a propagação da boa imagem das corporações e os investimentos em assessoria de imprensa e relações públicas para que o consumidor acredite em sua integridade, conseguindo assim, manipular a opinião pública. Relata um exemplo de como a argumentação é eficaz e a importância de manipular as palavras e assim, consequentemente as pessoas, fazendo o que não parece ser ético em troca de ótima remuneração e o controle da sociedade.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários :

Postar um comentário

Total de visualizações

Copyright © A Personalidade Jurídica ⚖ | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes