.

sexta-feira, 18 de março de 2016

Conheça os 7 mais famosos advogados do Brasil

Se todos os indivíduos têm direito a defesa, logo, todos têm direito a um advogado. Seja na esfera criminal, civil, trabalhista, tributarista e outros, o advogado é o profissional indispensável para a administração da justiça e peça chave para assegurar a defesa dos interesses das partes em juízo, em outras palavras, é o elo entre o cidadão e a justiça.

Ao longo dos anos, muitos profissionais se destacaram no mercado de trabalho e se tornaram os maiores e mais famosos advogados do Brasil. Dentre eles houve os que se envolveram na política ou em casos famosos, ganhando, por sua vez, o status pelo exercício de sua função.
Conheça os 7 advogados mais reconhecidos e poderosos do país, que, a depender da conta bancária do cliente, é possível tê-los a sua disposição.


José Roberto Opice – Operações Financeiras



Advogado, em 2004, na fusão entre a hoje Ambev com a companhia belga Interbrew, resultando na maior fabricante de bebidas do mundo e na empresa com maior valor de mercado, com cerca de US$ 110 bilhões.

José Roberto Opice atuou também no consórcio de empresas, sendo contratado pelo governo, em 1997, para moldar a venda da Vale, além de também atuar na venda do Bamerindus ao HSBC. Enfim, operações de grau de dificuldade enormes, com companhias gigantes, mas que obteve sucesso em seu trabalho.

Formação jurídica: Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1968) e Southern Methodist University School of Law, EUA. Membro: International Bar Association, Ordem dos Advogados do Brasil, Associação dos Advogados de São Paulo, Comitê de Comércio Internacional da Associação Comercial de São Paulo e Conselho de Administração de diversas empresas brasileiras. 


Pierpaolo Cruz Botiini – Criminalista



Teve como seu mentor o advogado Márcio Thomaz Bastos e se tornou famoso após a absolvição do ex-deputado Professor Luizinho (PT) no Processo do Mensalão, após seu cliente ser um dos poucos réus a não serem condenados e, contando ainda, com o voto favorável de Joaquim Barbosa. Pierpaolo pode dizer que o Mensalão foi um divisor de águas para a sua carreira de criminalista.

Pierpaolo Cruz Bottini é professor-doutor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, foi membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça. Mestre e doutor em direito penal pela Faculdade de Direito da USP, chefiou a Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça em 2005 e 2006, e o Departamento de Modernização da Justiça do Ministério da Justiça em 2003 e 2004. É coordenador regional do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. Autor da obra “Crimes de perigo abstrato e principio da precaução na sociedade de risco” (RT, 2007), coordenou e publicou as obras “Reforma do Judiciário” (Saraiva, 2005), “A nova execução dos títulos judiciais” (Saraiva, 2006), e inúmeros artigos em periódicos e publicações especializadas.


Édis Milaré



Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Mackenzie, pós graduado em nível de mestrado pela PUC em direitos Difusos e Coletivos e Direito Ambiental, Édis Milaré é um dos mais reconhecidos advogados da área de meio ambiente do Brasil. Atualmente, além de suas atividades como advogado e consultor, Milaré também é conferencista, sendo convidado para cursos de extensão e seminários em vários Estados. É docente no Curso de Especialização em Interesses Difusos e Coletivos (área de Direito do Ambiente) do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público do Estado de São Paulo, e Professor-convidado do Curso de Especialização em Direito Ambiental do Departamento de Direitos Difusos e Coletivos da Faculdade de Direito da PUC/SP. 

Em conjunto com outros advogados, redigiu o anteprojeto de Lei da Ação Civil Pública (Lei 7.347/1985) – instituto que tem revolucionado a prática do Direito na defesa dos interesses transindividuais. Participou também da redação do capítulo VI da Constituição de 88, mais precisamente no que tange ao tratamento do Meio Ambiente em termos de cidadania e política ambiental. 

Enfim, ocupa um lugar de destaque na área do Meio Ambiente, desenvolvendo também artigos reconhecidos em revistas especializadas tanto no Brasil como no exterior.

Arnaldo Malheiros Filho



Considerado um dos melhores criminalistas do Brasil, já atuou em casos de fama nacional e defendeu Orestes Quércia, Paulo Maluf, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Delúbio Soares, além de também Eliana Tranchesi da Daslu e o banqueiro Edemar Cid Ferreira.

Arnaldo Malheiros Filho é bacharel em Direito (USP, 1972). Inscrito na OAB/SP em 1973. Pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal (USP, 1974). Ex-Conselheiro e Diretor da Associação dos Advogados de São Paulo (1979/1983). Ex-Conselheiro Federal da OAB (1993/1994). Presidente do Conselho Deliberativo do Instituto de Defesa do Direito de Defesa - IDDD. Ex-orientador acadêmico e professor de Direito Penal Econômico no curso de especialização da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas.


Sérgio Bermudes



Advogado atuante no difícil caso de Eike Batista, responsável pelo pedido de recuperação judicial da OGX, empresa de petróleo de Eike Batista que em 2008 fez uma das maiores ofertas de ações da história da bolsa de valores brasileira, captando R$ 6,7 milhões, e que, em outubro do ano passado, informou ao mercado que não pagaria suas dívidas.

Bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade do Estado da Guanabara, no ano de 1969 e concluiu o curso de doutoramento em História do Processo Romano, Canônico e Lusitano, na faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Integrou inúmeras bancas de concursos para ingresso na magistratura; na Procuradoria do Estado do Rio de Janeiro; na Procuradoria do Município do Rio de Janeiro e em outros cargos públicos, bem como realizou mais de 200 conferências em praticamente todas as faculdades de direito do Brasil; em seções da Ordem dos Advogados, em congressos e seminários e em outros eventos jurídicos, no país e no exterior. Por nomeação do Governo da República, em 1985, integrou a comissão de cinco processualistas designada para proceder à revisão do Código de Processo Civil. 

Além de inúmeros ensaios, artigos e pareceres, publicados nas revistas especializadas, sobre direito processual civil, direito civil, direito constitucional, direito comercial, direito administrativo, Sergio Bermudes é responsável pela atualização da coletânea de 18 volumes dos Comentários ao Código de processo Civil de Pontes de Miranda, publicados pela Editora Forense, Rio, a partir de 1996, já no tomo XI, bem como autor de sete livros.


Carlos Ari Sundfeld



Doutor, Mestre e Bacharel em Direito pela PUC-SP, da qual foi professor no Doutorado, Mestrado e Graduação (1983-2013). O advogado é É o presidente da Sociedade Brasileira de Direito Público e autor da Lei Geral de Telecomunicações, em vigor desde 1997, que viabilizou a privatização da Telebras, a abertura do mercado e a criação da primeira agência reguladora do país, a Anatel.


Márcio Thomaz Bastos 



Falecido em 2014, foi um dos maiores advogados do Brasil, chegando até mesmo ao posto de Ministro da Justiça.

Já teve como seus clientes o líder da Igreja Universal Edir Macedo, o médico Roger Abdelmassih, que abusava sexualmente de suas pacientes em sua clínica de fertilização, o bicheiro Carlinhos Cachoeira e outros. Atuou também na acusação, como assistente de promotoria nos famosos casos do jornalista Pimenta Neves e dos assassinos seringueiros Chico Mendes, Darly e Darcy Alves.

Entre seus casos, de homicidas a bicheiros, Márcio Thomaz Bastos conquistou fama e sucesso profissional, deixando uma herança de R$ 393 milhões de reais. Segundo ele, se recusava apenas a casos de crimes violentos contra crianças.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

6 comentários :

  1. Faltou Antônio Carlos de Almeida castro o kakay

    ResponderExcluir
  2. NOSSSA....esqueceram da mente brilhante e jovem
    Marco Aurélio Cunha especialista em direito do trabalho e outros....

    ResponderExcluir
  3. Marco Aurélio Cunha o melhor

    ResponderExcluir

Total de visualizações

Copyright © A Personalidade Jurídica ⚖ | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes