.

sexta-feira, 25 de março de 2016

8 filmes jurídicos para estudantes de direito – Parte 3


A contribuição do cinema para o Direito é inestimável, por isso, essa é a terceira seleção de filmes jurídicos para estudantes de direito. Para ver a primeira e segunda parte, acesse os links abaixo:


Veja agora mais 8 filmes jurídicos para estudantes de direito


O Segredo dos seus olhos

É um filme que aborda o conceito de justiça em sua versão mais pura e inclui vários assuntos ligados ao direito, no sentido de como fazer uma boa investigação, verificando os mínimos detalhes, explicita de como a atuação invasiva do Estado sobre as instituições pode ser prejudicial ao sistema de justiça, pois também possui um cunho político, na medida que se comenta a violência da ditadura militar argentina nos anos de 1970. Enfim, é um ótimo longa metragem para estudantes de direito, pois discute conceitos de justiça, impunidade e vingança.

Conta a história Benjamin Esposito, um ex oficial de justiça de um tribunal penal que agora possui tempo livre para se dedicar a um livro. O personagem conta uma experiência vivida em 1974, a qual o departamento de justiça onde trabalhava foi designado a investigar o estupro e o assassinato de uma jovem e que, após conhecer o marido da falecida, Benjamin prometeu justiça. Para os fãs de romance, também é uma boa pedida, pois ao longo do filme ressalta-se o amor platônico que Esposito ainda possui pela juíza ligada ao caso. 

Enfim, o longa tem uma pegada criminal, política e romântica, com a sutileza do silêncio, do olhar, da palavra não dita e do sentimento não vivido. 


Testemunha de Acusação

É um clássico de 1957 baseado em um conto de Agatha Christie, que exibe um sensacional e veterano advogado, que possui atração por cortes criminais e que busca a inocência de seu cliente, a qual todas as provas do crime são contra ele.

O réu é preso sob a acusação de assassinato de uma rica viúva de meia idade que se apaixonou por ele e o tornou seu principal herdeiro. Um advogado, fascinado por tribunais criminais e que se encontra em recuperação de um ataque de coração, contraria recomendações médicas e concorda em defender oacusado pela simples emoção de atuar em casos complicados.

Para estudantes de direito que gostam de um drama de tribunal, é a escolha certa.


Justiça para Todos

É um filme de drama de tribunal com atuação brilhante de Al Pacino, que interpreta um advogado idealista, que inclusive já foi preso por desacato, em desentendimento com um inflexível juiz que diz apenas seguir as regras e lei à risca. 

O mesmo juiz é preso, acusado por espancar e estuprar uma jovem e, ironicamente, deseja o personagem de Al Pacino como seu defensor, pois, como todos conhecem suas rivalidades, o advogado apenas o defenderia se tivesse a certeza de sua inocência.

O juiz, em retribuição à defesa, promete rever o caso de um cliente do advogado que está preso injustamente. Para estudantes de direito que gostam de filmes jurídicos que abordam a Ética, Direito e Justiça, é uma boa pedida.


Em nome do pai

Aborda, principalmente, a injustiça e quando inocentes são julgados culpados na tentativa de acalmar os ânimos de uma sociedade. O longa conta a história de um atentado que mata 5 pessoas em um pub de Guildford, Londres, no qual um jovem rebelde é acusado injustamente pelo crime, recebendo prisão perpétua com mais outros 3 amigos. Seu pai, ao tentar ajudá-lo, também é condenado.

Depois de anos preso, seu caso é reaberto por uma advogada que passa a investigar inúmeras irregularidades no processo, e, com sua ajuda, o jovem busca a inocência de seu pai, que faleceu na cadeia, de seus amigos e a própria, a fim de limparem seus nomes.



Traídos pelo destino

Conta a história de um advogado que está voltando com seu filho de um jogo e, por um descuido momentâneo na estrada, atropela e mata uma criança, fugindo da cena do crime sem socorrer a vítima. 

O pai da criança falecida desenvolve uma obsessão em encontrar e punir o culpado que afeta toda a sua vida. Mesmo com a ajuda da polícia, ele não encontrão responsável e, ironicamente, contrata o escritório desse advogado para a resolução do caso.

É um filme emocionante e com um final surpreendente.


A Vila

É um filme que conta a história de uma vila aparentemente segura e tranquila, mas que passa por mudanças quando seus habitantes descobrem que o bosque que os cercam possuem criaturas por eles chamados de “Aquelas que não falamos” e, o medo de ser a próxima vítima faz com que não entrem no determinado bosque.

O filme retrata sobre o controle e a busca de uma sociedade ideal, isolada e limitada por muros externos e pelo medo interno, ou seja, ressalta o papel do medo como elemento de controle social.


Código de Conduta

Conta o drama de um pai que vê sua mulher e filha serem brutalmente assassinadas em sua frente. O culpado pelo crime recebe 5 anos de prisão devido a um acordo com o promotor, que, por sua vez, acredita que seja melhor haver alguma justiça do que nenhuma.

Após 10 anos do ocorrido, o assassino de sua família é encontrado morto e o pai é preso, acusado de assassinato.

A grande indagação do filme é a incoerência do sistema judicial, a qual permite que assassinos cruéis tenham penas leves e ganhem liberdade.


Justa Causa
Um conceituado professor de Harvard que luta contra a pena de morte e que não advoga há 25 anos é convencido a defender um jovem negro que se encontra no corredor da morte, acusado de estuprar e matar de forma brutal uma jovem moça.

A fim de obter provas que inocentem o acusado, o professor iniciará uma investigação com uma série de revelações surpreendentes. É ótima opção, dentre os filmes jurídicos para estudantes de direito.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários :

Postar um comentário

Total de visualizações

Copyright © A Personalidade Jurídica ⚖ | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes