.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

5 erros mais comuns dos concurseiros

Você sabe como se preparar para um concurso público? Os processos seletivos para conquistar a tão sonhada vaga na área pública são muito mais complexos que fazer uma simples prova da faculdade, pois envolvem um elemento único, que faz toda a diferença para a aprovação: o edital.

O edital é o documento que compila todas as informações da seleção, as datas, o conteúdo programático das provas e o peso da prova, e que, muitas vezes, não recebe a atenção devida por parte dos concurseiros, principalmente os iniciantes. Por isso, antes de tudo, é imprescindível ter familiaridade com o edital, ou seja, é de vital importância ler o edital com atenção e até mesmo anotar os pontos mais importantes.

Além disso, há outros erros comuns cometidos pelos concurseiros, veja abaixo:




1 – Prestar concurso pelos motivos errados
De fato, a concorrência nos concursos públicos é assustadora, mas você precisa ter um diferencial. Por que você escolheu este concurso?  Pelo alto salário? Garantia de não ser demitido? Benefícios? Menos tempo de trabalho? Por não haver pressão? Para curtir mais a vida social?

Note que os candidatos que são aprovados em cargos de ponta e que recebem bons salários são aqueles que se privam da vida social e focam no concurso, estudam de forma ininterrupta e sob pressão, afinal, não há nenhuma garantia de aprovação. Que tipo de candidato você é? Você tem que ser um bom jogador, entre nesse jogo porque você é bom, porque você tem a atitude que vai fazer a diferença, porque você merece e trabalha duro. Viu o paradoxo?

Se você presta concurso como quem joga na loteria, está prestando por motivos errados.


2 – Delegar a aprovação para o cursinho
Qual o padrão de estratégia e atitudes de um candidato forte? Hoje o cursinho não é mais um diferencial, por isso, não deixe sua aprovação por conta dele. Se você puder, faça um cursinho, mas saiba que ele funciona como um termômetro, ou seja, quando você perceber que as perguntas estão básicas demais, você verá que já estará em um outro nível. 

Tenha em mente que a responsabilidade da aprovação é sua, por isso, não se atenha somente aos cursinhos, estude por conta própria, conheça o edital, leia doutrinas, assista a vídeos, reforce com videoaulas pagas e até mesmo gratuitas.


3 – Criar obstáculos para a aprovação
Não coloque a culpa na concorrência, na prova difícil, na matéria X que você não domina. Corrija seus pontos fracos e pense sempre com otimismo, como por exemplo, se um edital sai 2 meses antes, a maioria dos candidatos irá dizer que é pouco tempo, mas você não, você irá dizer: Que ótimo! Todos estão em um mesmo nível. 

Pense em superar os desafios e não arrume desculpa para estudar. Se você não possui disciplina, molde o seu ambiente e vire um atleta dos concursos.


 4 – Não planejar os estudos
Para ser aprovado no concurso público é preciso dedicação, determinação e muito foco. Divida o seu tempo para cada disciplina, fazendo um planejamento a qual você irá seguir fielmente. É interessante dedicar-se pelo menos três horas por dia para estudar. Monte uma boa estrutura e siga à risca o que planejou.


5 – Não mensurar as atividades
Você só pode melhorar aquilo que você pode mensurar, ou seja, é fundamental a escolha indicadores que apontarão para o nível em que você se encontra e em como melhorar para as próximas provas.
Mensure mais suas atividades e seus resultados. 

Encare o processo de estudo e aprendizagem como algo único. Aprenda com seus erros!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários :

Postar um comentário

Total de visualizações

Copyright © A Personalidade Jurídica ⚖ | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes