.

domingo, 10 de abril de 2016

Juiz nos EUA aplica multa a si mesmo por seu celular tocar em julgamento

O juiz americano Raymond Voet, de Michigan, Estados Unidos, conhecido por seus acessos de raiva e “tolerância zero” em relação a aparelhos eletrônicos que tocam em julgamentos e audiências, provou que as regras a serem seguidas também devem ser aplicadas aos magistrados. 

Durante uma audiência a qual presidia, aplicou uma multa a si mesmo, no valor de U$ 25. O motivo? Seu próprio celular tocou!

No ano passado, o magistrado já havia mandado confiscar celulares de testemunhas, policiais e espectadores por não respeitarem o Tribunal de Ionia County e não seguirem as regras. 

A fim de desencorajar o uso de aparelho em meio à audiências e  julgamentos, o juiz ordenou que fossem colocados cartazes com o alerta de que os celulares que fossem tocados poderiam ser confiscados, implicando também em multa ao proprietário.


Mas, como errar é humano, o celular do magistrado tocou, interrompeu a sessão exatamente na hora da fala final da promotoria, e com isso, envergonhado com a situação, o magistrado lembrou: "Juízes são humanos. Mas não estão acima das regras. Eu quebrei a regra, e tenho de viver por ela".

O que você achou de sua conduta? Comente ;)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

3 comentários :

  1. Se todos fossem como ele, aqui no Brasil tudo seria diferente, mas infelizmente não é assim que procede

    ResponderExcluir
  2. Se todos se colocassem a posto de que ninguem esta acima da lei. teriamos julgamentos justo. o Exemplo deste Juiz é de mostrar a outros que devem cumprir a lei

    ResponderExcluir
  3. Excelente conduta! Mostrou que tem moral e caráter, pois se fosse no Brasil isso nunca aconteceria

    ResponderExcluir

Total de visualizações

Copyright © A Personalidade Jurídica ⚖ | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes